sexta-feira, 30 de março de 2012

Atrevimento ou ousadia?

Eu hoje, observando o comportamento das pessoas, consegui nitidamente compreender e diferenciar uma atitude atrevida de outra ousada. E refletir que são diferentes
O atrevimento é algo que me incomoda profundamente, ele ultrapassa os limites, é proceder com petulância, arrogância, é algo insolente, é feio
Já a ousadia é outra coisa, atitudes ousadas eu adoro, está vem rodeada de audácia, coragem , vivacidade, algo realmente que faz brilhar os olhos, e requer gentileza. A ousadia é buscar o novo é fazer diferente, sem invadir espaços, apenas cria outros.
O significado pode até parecer igual, mas a essência é diferente.
Faça diferente, dá para ser ousado na vida sem ter um comportamento atrevido.
Ser Ousado é leve.
Ser Atrevido, muitas vezes é não ter educação.

terça-feira, 27 de março de 2012

Por que somos tão bons?

A análise do comportamento humano tem sido um divertimento ultimamente para mim. Por exemplo o trem é um ótimo lugar para tal observação, o meu percurso é curto, porém em alguns dias pode-se tirar uma conclusão geral e o melhor, não há  nenhum rosto conhecido portando, não há vinculo, para se achar nada além do que os olhos veem.
E o que mais vejo nas conversas paralelas são auto elogios, olhando de primeira e ouvindo são pessoas perfeitas, não tem defeito nenhum, os outros tem, esses sim são cobertos deles, principalmente na hora que volto lá pelas 18 horas, porque nessa hora é o momento para relatar o dia que passou e lá as criticas tomam até um tom de fúria. E o pior disso , é que o ouvinte da conversa concorda tudo, não sei se por conveniência ou por estar de "saco cheio" e não querer cair no fervor de uma discussão, o que seria politicamente correto. Mas eu só observo, mesmo porque não tenho nada haver com isso, pelo menos naquela hora e naquele local, porque pode ser que em algum lugar o meu nome também esteja na boca  de alguém.
Eu sei que não sou um anjo de candura, muito pelo contrário sou coberta de defeitos e sei numerar cada um deles, agora os elogios, agradeço se um dia acontecer, porque nada mais feios de que uma pessoa se intitular boa demais, porque sabemos muito bem que não somos.
Às más línguas,só um pedido que Deus nos Proteja.






quinta-feira, 22 de março de 2012

DIA INTERNACIONAL DA ÁGUA

A definição química é fácil e, tem muita gente que à chama assim, simplesmente H2O.
Mas muita gente chama de fonte da vida, podemos ficar até 10 dias sem alimento, mas sem a água não existe vida, não dá, secamos.
O mundo discute e reflete no dia de hoje o tema proposto pela ONU é "Água e seguração alimentar", a proposta é ousada e alimenta discussões para que haja ações concretas pelos países para melhoria na qualidade de vida do planeta.
Olhando a Terra no espaço ela é azul, podemos definir  que temos muita água,  a quantidade é grande, mas temos que pensar na qualidade, e a partir daí temos que fazer a nossa parte, ter um propósito  maior, cuidarmos do que é de todos, o uso deve ser consciente, e ensinar as crianças desde pequenas a sua importância e sua preservação.
São pequenas ações individuas que colaboram para o uso racional da água, e todos nós sabemos muito bem quais são, se todos tiverem uma postura correta teremos esse bem em abundância por muito tempo, hoje mesmo terá vários eventos que comemoram o dia em grande estilo, procure na sua cidade, certamente encontrará um, e participe sendo mais um defensor pela sobrevivência do Planeta.
Ele agradece!!!

domingo, 18 de março de 2012

Impregnada de Saudade.

Está semana estava eu lendo um dos mais lindos poemas de M. Bandeira chamado "Evocação do Recife", comovente pela simplicidade, e que me remeteu direto ao meu passado, coisas que o cotidiano faz esquecer, dando espaço para assuntos que o cérebro entende como muito importantes, mas o mais relevante talvez seja o passado que nos formou e as alegrias   da meninice que não voltam mais, entretanto são histórias que foram vividas e que sua lembrança trazem profundo contentamento.
Foi justamente isso que me ocorreu está semana, lendo o poema, fui transferindo cada verso para minha realidade passada, ficando impregnada de saudade.
Lembro-me de minha infância inocente, das brincadeiras na rua quase sem movimento, onde os carros ainda não tomavam conta do espaço, as brincadeiras eram as mais diversas possíveis, esconde-esconde, passa anel, pula corda, pega-pega... Ah! quanta saudade, nos meus pensamentos consigo ver a imagem de meu pai e minha mãe sentados a beira da calçada, com os vizinhos jogando conversa fora e observando os nossos passos, isso era bom demais.
Mais tarde um pouco já na adolescência, saindo de fininho para encontrar o namoradinho, onde o segredo era sustentado pelas amigas...
Quando era época das juninas a fogueira estava lá do outro lado da rua, batata doce, pipoca,quentão, todos à sua vota, sem ao menos saber o por que, mas ninguém deixava de participar.
Coisa gostosa, que na época talvez na época ninguém se dava conta, mas hoje, com essa vida que levamos faz falta e já não mais existe, e quando conto para meu filho tudo isso ele ri, o valor dado é nenhum, mas fazer o que? ele nem consegue compreender. Até entendo,hoje é impossível que tal coisa aconteça em sua vida, não há nem o espaço e nem a inocência para isso, a revolução  tecnológica tomou esse espaço, sinto compaixão, eu tenho do que recordar,e ele o que terá?


quarta-feira, 14 de março de 2012

Força estranha de Maria.

A tragédia que assolara sua vida já havia completado mais de um ano. Reagiu a tristeza , conteve as lágrimas, já não havia mais tempo para isso pelo menos publicamente, revestiu-se de uma força inimaginável, que surpreendeu até os mais otimistas, que não acreditavam em uma virada tão imediata.
Ela colocou um sorriso no rosto, e procurou seguir de uma forma que não havia planejado nem escolhido, simplesmente traçou seu novo destino de uma maneira que fosse suportável continuar vivendo, não prevê o futuro vive o hoje, talvez como se fosse o último, criou novos conceitos tornou-se uma cidadã do mundo, vive a sua verdade,  o seu aqui e agora.


Talvez Maria apenas se protegeu criou uma carapaça, pode ser que intimamente esconda ainda a tristeza. E essa tenha sido uma forma desesperada de continuar vivendo e não acreditar que o coração secou. Essa força é estranha demais.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Quem é Joseph Kony? seja curioso..vamos tornar o invísivel conhecido.

Sexta feira, 21:09 hrs, percebi que sou uma completa ignorante, que tenho olhos somente para minha vida, porém sempre há tempo para  olhar em um horizonte mais largo, que talvez a visão ocular não alcance, mas que a consciência fique alerta.
O DESPERTAR:
Por curiosidade assisti um vídeo postado por uma sobrinha que em seu comentário dizia: "Podemos sim mudar o Mundo - Kony 2012",  aguçou mais ainda, confesso que no inicio não entendi muito bem do que se tratava, mas não questionei, continuei e não me arrependi, através dele descobri coisas que nenhum jornal televisivo nunca informou.
São atrocidades que ocorreram e ocorrem na África através de forças rebeldes lideradas pelo não conhecido JOSEPH KONY, onde crianças são retiradas  de dentro de suas casas e obrigados a matarem os próprios pais, para formarem esse exercito rebelde sem objetivo nenhum a não ser o poder desse canalha, os que tentam fugir são mortos, essas crianças são multiladas, e as meninas prostituídas,e essa historia esta rolando há anos sem que o mundo saiba.
Através deste vídeo o mundo está se unindo, para acordar as autoridades mundiais para que isso pare. É um exercito formado por aproximadamente 30.000 inocentes, que não conseguem enxergar o futuro e talvez não vivam para isso. Vamos sair de nossa ignorância e fazer a nossa parte.
O mundo tem que tornar conhecido o que para mim e para muitos não era....e que esse Adolf Hitler dos tempos modernos seja detido, para que essa historia pare.
O nome dele é Kony , e esperam através de nós que somos cidadãos do mundo pará-lo neste ano, junte-se ao mundo KONY -2012.
Divulgue o vídeo ...Faça a diferença, podemos sim mudar o mundo KONY-2012.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Maria, Maria...8 de março.



Dia 8 de Março pode ser só mais uma data no calendário internacional para muitos, não é feriado, não é ponto facultativo e muitos nem sequer sabem o "pôr que";
Tudo começou no dia 8 de março de 1857, quando operárias de uma fabrica de tecidos na cidade de Nova York, decidiram entrar em greve, reivindicando melhores condições de trabalho, redução da carga horária de trabalho, equipação salarial com os homens, e que fossem tratadas com dignidade no trabalho.

O resultado da manifestação foi trágico, 130 mulheres mortas, a fábrica foi trancada e incendiada, as trabalhadoras foram carbonizadas, em um ato desumano.
A data não era somente para comemorar esse dia marcado pela tragédia, e sim para ser realizado debates e reuniões, e definir o papel da mulher nos dias de hoje na sociedade.
Tais debates, levam a reflexão, e nos conduzem cada vez mais a novos horizontes e a novas conquistas. Hoje a sociedade não é mais formada por patriarcas e sim matriarcas, mulheres que encaram sozinhas o sustento de manter o lar, a educação dos filhos e a formação profissional.
Já foram dados passos largos para a conquista da igualdade, mas ainda há muito que percorrer, para que tenha valido a pena aquela manifestação que vitimou nossas 130 Marias.
Somos todas Marias de uma forma ou de outra, muitas sofridas, mal amadas, violentadas, mães, esposas , MULHERES, que desejam firmemente, serem amadas, reconhecidas, respeitadas e felizes....
Marias, uma gente que ri quando deve chorar, e tem a estranha mania de ter FÉ na vida....
Feliz dia de Maria... Feliz 8 de março... Feliz dia da Mulher...













sexta-feira, 2 de março de 2012

Existe o certo, o errado e todo o resto.(Cazuza)

"Existe o certo, o errado e todo o resto.", essa é uma frase de Cazuza (1958-1990), foi conhecido por ser rebelde, boêmio e polêmico, e é considerado um dos melhores compositores da música popular brasileira, no que eu concordo plenamente.
Mas voltando a frase, acho que cada um, tem uma leitura para ela, cada um vê as coisas de uma maneira. O que é certo para uns, pode ser errado para outros, e vice versa.Ninguém é detentor da verdade absoluta, pode ser dono de sua verdade, cabê a cada um escolher a sua. 
Fazer com que sua verdade seja aceita por todos é arrogância demais. Pior ainda é subjulgar o outro a sua ordem e vontade, escravizando o respeito alheio,plantando assim um sentimento horrível que é o ódio , quem age dessa forma só consegue isto.
A tolerância abre espaço ao respeito e a "todo esse resto", escrito na frase do poeta. O certo e o errado, talvez não exista, o que talvez exista seja " todo resto". 
E a vida é tão curta para pensar e julgar o certo e o errado dos outros, vamos nos preocupar com a "nossa verdade", e em nossa consciência, ela é a unica que nos julga e nos perdoa.
Porque o tempo não pára,não pára não, não pára...